'HEAT THE STREET' 2018

O Heat the Street chega, este ano, mais cedo e com várias novidades. “Estou aqui para ti. Se estás com frio, leva-me contigo para te aquecer”, o mote que está na génese deste movimento, que tem levado Lisboa a tornar-se num bengaleiro solidário gigante, com agasalhos pendurados para aquecer quem mais precisa, regressa este ano, no próximo dia 15, numa das principais avenidas da cidade. 

A primeira novidade é que este ano haverá um Heat the Street Júnior, integrado no formato habitual de “estendal solidário gigante”, em plena Av. da Liberdade, para dar resposta aos apelos de várias famílias que procuravam peças de roupa quente para os filhos, mas as inovações não ficam por aqui: para facilitar a organização do evento e a recolha dos agasalhos, serão oferecidos dois a três sacos por pessoa, um presente da Associação Mutualista Montepio.

A corda solidária será dividida em várias secções: Homem, Mulher, Criança e Acessórios (mantas, cachecóis, luvas e outros) e, no local, estarão muitos voluntários para ajudar a pendurar e fazer etiquetagem. Tudo o que não for recolhido tem também um destino, aliás vários. Porque este ano, para além dos nossos habituais parceiros – a Associação de Intervenção Comunitária Crescer - as lojas sociais Boa Vizinhança – Dona Ajuda – que funcionam diariamente no Mercado do Rato, mas que, no final do evento, vão igualmente ajudar a colectar os agasalhos para que possam chegar a quem precisa. Será também a estas associações que, quem não puder estar presente no dia 15, se poderá deslocar após o evento para aí deixar roupa e também, quem precisa, poder recolher na semana que se segue ao evento. 

Vamos vestir (literalmente) esta causa e ajudar Lisboa a acordar diferente, estendendo as mãos e os nossos agasalhos n' A Corda mais quente, jamais criada. 

15 de Dezembro
14h - 00h
Av. da Liberdade (Junto ao Hard Rock, antigo cinema Condes)

(A organização pede, também, para que quem participe leve molas e/ou cabides para pendurar os seus agasalhos).

Imagem © Direitos reservados

CONVERSATION

0 comentários:

Enviar um comentário

Back
to top